Developing

Posts tagged ‘Methods’

C# – Fatorial

Introdução

Este post mostra como calcular fatorial em C#. No exemplo é calculado o fatorial de 0 a 20. Mas o mesmo pode ser facilmente modificado para que se calcule apenas o fatorial desejado, ou exiba os resultados de fatoriais diferentes. Esse exemplo foi feito para Console Application, mas pode ser utilizando em Windows Forms dubstituindo as linhas onde exite a palavra Console.

Fatorial

O fatorial de um número consiste em um importante mecanismo nos estudos envolvendo Análise Combinatória, pois a multiplicação de números naturais consecutivos é muito utilizada nos processos de contagem. Fatorial de um número consiste em multiplicar o número por todos os seus antecessores até o número 1.

Observe a definição a seguir:
Representamos o fatorial de um número por n! e o desenvolvimento por n! = n * (n – 1) * (n – 2) * (n – 3) * … * 4 * 3 * 2 * 1 para n ≥ 2. Caso n = 1, temos 1! = 1 e n = 0, temos 0! = 1.

Exemplo

3! = 3 * 2 * 1 = 6
4! = 4 * 3 * 2 * 1 = 24
5! = 5 * 4 * 3 * 2 * 1 = 120
6! = 6 * 5 * 4 * 3 * 2 * 1 = 720
7! = 7 * 6 * 5 * 4 * 3 * 2 * 1 = 5040
8! = 8 * 7 * 6 * 5 * 4 * 3 * 2 * 1 = 40 320
9! = 9 * 8 * 7 * 6 * 5 * 4 * 3 * 2 * 1 = 362 880
10! = 10 * 9 * 8 * 7 * 6 * 5 * 4 * 3 * 2 * 1 = 3 628 800

Continue Lendo

Advertisements

C# – StringBuilder vs Concatenation

Introduction

Esses dias estive pensando:

“O que é mais rápido: Utilizar StringBuilder ou Concatenar as Strings?”.

Então resolvi fazer alguns teste para ver qual método é o mais eficiente, StringBuilder ou Concat String.

String Concatenation

A concatenação de strings  é uma das operações mais utilizadas por todos os desenvolvedores. Porém, a má utilização dela no .NET pode resultar em perda de desempenho.

No .Net temos duas (principais) formas de concatenar string:

  1. Adicionando uma nova string à uma já existente. No .NET Framework quando você adiciona uma nova string para uma string existente, o Framework copia as duas strings, a nova e a antiga, para a memória, faz a leitura e armazena em outra string.
  2. Utilizando a classe StringBuilder. O StringBuilder fornece o método Apend que insere uma nova string na string existente.

Continue Lendo

SQL Server – TimeStamp

Introdução

Muitos confundem o TimeStamp do SQL Server  com o TimeStamp do ANSI, achando que ambos se referem ao tipo de dado onde é possível armazenar data e hora no mesmo campo. Porém os dois são completamente diferentes apesar de possuírem o mesmo nome.

O ANSI prevê os tipos Date, Time e TimeStamp onde:

  • O tipo date armazena somente data;
  • O tipo time somente hora;
  • E o tipo timestamp armazena ambos, tanto a data quanto a hora.

No SQL Server o tipo Date e o tipo Time não existem, porém, existe o tipo DateTime que armazena tanto a hora quanto a data, sendo assim, possui a mesma funcionalidade que o tipo TimeStamp do ANSI.

Mas e agora, o que significa então o tipo TimeStamp do SQL Server?

Continue Lendo